O pensamento binário consiste em reduzir qualquer questão em dois lados opostos e confrontá-los. Baseado nisso, tudo teria apenas 2 caminhos possíveis, normalmente um a favor e outro contra.

E o que esse pensamento tem a ver com a produtividade? Esse conceito pode ser usado para decidir suas tarefas a serem realizadas no dia a dia. Por exemplo, toda tarefa que você executa ou está te fazendo progredir em relação a um objetivo, ou pode ser considerada um fracasso.

A sugestão aqui é que você sempre avalie as suas ações perante um critério que te retorne duas opções possíveis. Você pode, por exemplo, pensar no retorno financeiro: “Isso que eu estou fazendo está me trazendo dinheiro, ou não?”.

Com isso você consegue decidir o que manter e o que retirar da sua rotina, do seu dia a dia.

Eu sigo um método de produtividade muito legal idealizado pelo Geronimo Theml, e nesse método ele também utiliza o pensamento binário para decidir o que é importante ou não no seu dia a dia. Nesse caso ele divide as tarefas em duas categorias: produção ou ocupação. A produção é quando você está fazendo algo que está te levando aos seus objetivos e sonhos, e ocupação é todo o resto que você executa, mas não te leva ao seu objetivo maior. A ideia aqui é procurar manter o máximo possível das suas atividades como produtivas.

Ou seja, é um pensamento binário, uma pergunta que você precisa se fazer constantemente: “Estou produzindo OU me ocupando? – apenas duas opções possíveis.

Eu estou postando em meu canal no Youtube uma série de vídeos onde eu respondo a perguntas que as pessoas me fazem, e os vídeos 3 e 4 tem relação com o tema do pensamento binário. Confiram: https://www.youtube.com/watch?v=prULKmSYQrEhttps://www.youtube.com/watch?v=prULKmSYQrE

E para finalizar, vão aqui dois exemplos de pensamento binário em relação a relacionamentos que vale a pena uma reflexão:

Pergunta 1: “Esta pessoa está contribuindo ou tirando?”
Pergunta 2: “Este relacionamento está me movendo pra frente ou pra trás?”